MÃE ÁFRICA

 


Com certeza, fostes o berço da humanidade,
Em minhas veias, ainda corre o teu sangue.
Teus filhos foram arrancados com maldades
E ainda o teu rico solo é regado com sangue.

Tuas raízes históricas são ricas e milenares,
Da humanidade, és patrimônio rico e natural,
Pelas tuas diversidades culturais e valores,
Há a cobiça do capitalismo descomunal.

És negra e original na riqueza da tua pele,
E os teus filhos ainda lutam pela liberdade,
Repudiando o capitalismo sujo da maldade.

Mãe negra, dividida e palco de exploração,
És rica não precisando de ofertas e esmolas,
Por direito e justiça é necessário reparação.

de Everaldo Cerqueira
Salvador – BA – por correio eletrônico

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s